vives nas esquinas do meu pensamento

01/11/06

Batalha dos Tempos - Poema IX



ruas
estreitas ruas por onde a passos largos
vou em busca de ti
quero com garra
quero despertada
explodir atônita
fazer um enchente de alegria
pra seduzi-la
sob o sono dos séculos
cobri-lhe de petálas
tocar sua pele quente
que sinto em minhas mãos
tal como água correntea deslizar doce....
e mostrar-lhe as ruas estreitas
por onde a passos largos
vou em busca do amor
esse amor que pedi
nas manhãs que nasciam em setembro
muros derrubei,
tristezas afastei,
terras conquistei em seu nome
sentindo fome e sede desse amor
desertos cavalguei pra chegar
e aqui de joelhos sigo prometendo,
embalada no canto doce dos passáros que insistem em me seguir,
- amarei ao meu amor até que de mim parta a alma -

3 comentários:

  1. "tocar sua pele quente"... Que outra maneira melhor de sentir alguém..."até que de mim parta a alma"!

    ResponderEliminar
  2. é bom que te sigam os pássaros.





    Abraço!
    _____________________

    ResponderEliminar
  3. "amarei ao amor até que de mim parta a alma"

    linda

    esta entrega total

    um beijo em fim de dia!

    ResponderEliminar