vives nas esquinas do meu pensamento

20/11/06

a canção do amor



mak tub

minha homenagem a música romântica moderna de portugal

Cavaleiro andante

cantada por Rita Guerra e Beto

Vem no fim da noite sem avisar

Dança no silencio no teu olhar a chamar por mim

A chamar por mim...

Chega com a brisa que vem do mar

Brinca no meu corpo a desinquietar, como um arlequim,como arlequim....

Chega quando quer e não quer saber

Nem do mal que fez ou que vai fazer, é um tanto faz..

Querer ou não querer..

Chega assim cavaleiro andante,

Louco e triunfante

Como um salteador

Pra no fim nos deixar a contas

Com as palavras tontas

Que dissemos por amor...

E eu que jurei nunca mais cair

Nesses teus ardis nunca mais seguir

Esse teu olhar, esse teu olhar...

Que nada nos vale tentar fugir

Para quê negar, ou se quer fugir..

Nesse mal de amar,nesse mal de amar

Chega quando quer e não quer saber

Nem do mal que fez ou que vai fazer, é um tanto faz..

Querer ou não querer..

Chega assim cavaleiro andante,

Louco e triunfante

Como o salteador

Que dissemos por amor...

Chega assim cavaleiro andante,

Louco e triunfante

Como o salteador

Pra no fim nos deixar a contas

Com as palavras tontas

Que dissemos por amor...

Chega assim cavaleiro andante,

Louco e triunfante

Como o salteador

Pra no fim nos deixar a contas

Com as palavras tontas

Que dissemos por amor...

Chega assim cavaleiro andante,

Louco e triunfante

Como o salteador

Pra no fim nos deixar a contas

Com as palavras tontas

Que dissemos por amor...

Pra no fim nos deixar as contas ........

Por ele não vou morrer...por ele vou viver...sempre e sempre.

2 comentários:

  1. não gosto da Rita Guerra ( muito embora lhe reconheça uma belísima voz ) e muito menos do Beto ,mas isso sou eu e gostos não se discutem ...

    mas gosto do teu modo doce de ser

    amiga

    ResponderEliminar
  2. ah! esqueci.me de acrescentar um beijinho

    ( regista.o no caderninho das recordações )

    ResponderEliminar