vives nas esquinas do meu pensamento

26/06/08

Desabafos XXVII - Andarilho



Onde posso me refugiar
para sentir mais de perto
os odores do inverno
o peso da gota de chuva
a capacidade do vento levar
uma folha no chão
um rastro na areia
uma raiz partida ?
é nas sombras da natureza
onde escondo meus tristes sentires
a honra ferida
a tristeza recusada
nos caminhos que escolhi
a natureza me acolhe
sou seu andarilho
duelo com a dor e as feridas
restaurando meu viver
num diálogo mágico
nas sombras, para sobreviver.
Foto de grendel

Desabafos XXVI - Seja o desejo




Sinto os dias vagos
Desejo de desejar o outro
Esse objeto de ser desejado
Converter em amante a coisa mais amada
Obscuro objeto do desejo
Laços que prendem à realidade
Que quisera diferente
Descalça, deixar morrer ou germinar
O desejo pelo simples desejo
De amar em imensa solidão
Não cessar de repor desejos
A luta mortal da consciência
A busca incessante da perda
O objeto proibido
Um desejo que na verdade
Não devo sentir.
Foto de Lauren Simonutti

23/06/08

Desabafo XXV - Amor Sobrevivente




Meu amor apaixonado
sua sensualidade idealizada
colide violentamente com uma
cumplicidade amorosa, a que perdi
escurecido os dias
exposta a realidade
perdi a vontade de continuar
desapareceu, está fora do tempo
meu amor apaixonado
de plena compreensão real
caiu em si, a linha se rompeu
ora assemelha-se estranhamente a um tão-distante tempo
não o encontro mais
aqui, ao meu lado
hoje, num lençol ausente de seu cheiro
vivo, no roçar de um corpo,
um sexo de contornos impreciso
mas, necessário à minha sobrevivência.

Foto de Carlor